2 de mar de 2012

Teu sorriso


Teu sorriso ilumina,
Abre a porta para que o sol entre.
Nesta sala antes escura e fria,
Agora uma sala alegre e quente.

Tua presença em si só me mostra
Que o sorriso é a força que preciso,
E me espelho em tua boca
Para também abrir o meu sorriso.

Você me constrói e desconstrói
A cada sorriso e chorar.
Minha alma se despedaça
Quando o teu sorriso faço cessar.

Mas há mais sorriso do que choro;
E no sorriso, o teu calor
Me mostra como sou criança,
Como também sou homem...

E como me tornei o nosso amor.

Eu amo como você sorri,
Amo o jeito da tua boca.
Cada canto dela, cada forma, cada gesto
Traz um suspiro, uma pulsação mais forte.

Por isso eu peço:
Nunca deixes de sorrir pra mim.
Não quero voltar à sala escura,
Quero sempre ter motivos para também sorrir.

Para você... sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário